5 séries que você deveria assistir

Imagem Sherlock

Assistir séries de TV já se tornou rotina na vida de praticamente todo mundo. Provavelmente você já acompanhou discussões como “The Walking Dead é melhor que Game Of Thrones” ou “How I Met Your Mother é melhor que Friends” e percebeu que o ditado ”gosto não se discute” deveria ser levado a sério. Contudo, o intuito dessa lista não é iniciar discussões do tipo, mas indicar 5 séries que você deveria assistir no seu tempo livre. Confira a lista a seguir:

True Detective – Primeira Temporada

Imagem série True Detective
Fonte da imagem: TMDb

Uma das maiores surpresas do ano passado , True Detective não é uma série fácil de ser digerida. Com oito episódios, uma narrativa não linear e carregada de simbolismos, você deve ficar atento aos detalhes da história para não se perder na história que começa em um ritmo lento no primeiro episódio,  mas que cresce muito no decorrer da série.

Brilhante desde a música de abertura, a série conta com uma direção digna de prêmios do cineasta Cary Fukunaga e com um roteiro espetacular do produtor e criador Nic Pizzolatto. No entanto, o que mais chama atenção são as atuações dos dois protagonistas. Matthew McConaughey e Woody Harrelson entregam as melhores atuações que você terá o prazer de acompanhar em uma série de TV do últimos anos, simplesmente sensacionais nos papéis de Rust Cohle e Marty Hart, respectivamente.

A segunda temporada já está sendo exibida e conta com novos atores e uma trama completamente diferente. Apesar de estar longe de honrar o primeiro ano da série, vale a pena você dar uma chance.

“A primeira temporada é escrita por Nic Pizzolatto e dirigida por Cary Joji Fukunaga e conta a história de como a vida de dois detetives, Rust Cohle (Matthew McConaughey) e Martin Hart (Woody Harrelson), colidem e se entrelaçam durante uma caçada de 17 anos por um serial killer em Louisiana. A investigação de um assassinato bizarro, em 1995, leva a reabertura do caso em 2012.”

Mr. Robot

Imagem Série Mr. Robot
Fonte da imagem: TMDb

Se True Detective foi umas das maiores surpresas do ano passado, Mr. Robot com certeza é a desse ano. Na série, Elliot (Rami Malek) é um jovem programador que trabalha como engenheiro de segurança virtual durante o dia, e como hacker vigilante durante a noite. Elliot se vê numa encruzilhada quando o líder (Christian Slater) de um misterioso grupo de hacker o recruta para destruir a firma que ele é pago para proteger. Motivado pelas suas crenças pessoais, ele luta para resistir à chance de destruir os CEOs da multinacional que ele acredita estarem controlando – e destruindo – o mundo.

LEIA  Eduardo Spohr divulga a provável capa final de "Paraíso Perdido"

Com um clima de tensão que parece ter saído dos filmes do diretor David Fincher (Clube da Luta e Seven- Os Sete Pecados Capitais), a série arrisca ao trazer um protagonista completamente introspectivo, algo que poderia dificultar a identificação do espectador com o personagem. No entanto, a atuação de Malek é tão bem construída que rapidamente você está torcendo para Elliot executar todos os seus planos.

Mr. Robot também acerta ao não subestimar a inteligência do espectador, introduzindo ideias e conceitos (muitas vezes técnicos), mas não perdendo tempo tentando explicar tudo que está acontecendo, deixando tudo mais dinâmico. Não deixe de assistir.

Sherlock

Imagem série Sherlock
Fonte da imagem: TMDb

Se você ainda não assistiu Sherlock, corra para a Netflix (ou qualquer outro meio que você usa para acompanhar suas séries) e comece agora. A série criada por Steven Moffat e Mark Gatiss é uma das mais divertidas da atualidade. Estrelada por Benedict Cumberbatch (como Sherlock Holmes) e Martin Freeman (como Dr. John Watson), Sherlock adapta as histórias do querido e conhecido personagem para os dias atuais. Mas não se preocupe, todas as características marcantes do Sherlock estão presentes na série. Os maiores trunfos da série são seus personagens muito bem escritos com atores carismáticos os interpretando. Fica difícil até torcer contra os ”vilões” da história, já que você com certeza vai querer vê-los em todas as temporadas do seriado.

No entanto, Sherlock tem dois problemas: a série conta com apenas 3 episódios por temporada (com uma hora e meia cada) e tem um intervalo de dois anos entre cada temporada. Nada que assistir novamente não resolva, não é?

“Série baseada nas obras de Sir Arthur Conan Doyle, que tráz até nós a oportunidade de ver como seria Sherlock Holmes aplicando seus métodos dedutivos em plena Londres do século XXI.”

Black Mirror

Imagem série Black Mirror
Fonte da imagem: TMDb

Assim como Sherlock, Black Mirror conta com apenas três episódios por temporada (uma hora cada). Mas diferente da primeira, a série criada por Charlie Brooker conta uma história diferente em cada um dos episódios. Esse formato é justificado pela proposta da série, que fará você refletir sobre dilemas atuais relacionados a forma como você interage com a tecnologia a cada novo capítulo apresentado.

LEIA  Segunda temporada de Gotham: Bárbara mostra seu lado sombrio!

A série mostra um lado obscuro da humanidade de uma forma tão direta que pode acabar afastando o espectador logo no primeiro episódio. Mas se você gosta de uma crítica bem construída, com certeza assistirá a série até o fim.

“Se a tecnologia é como uma droga – e ela parece com uma droga – quais são precisamente os efeitos colaterais? Essa área entre o prazer e o desconforto é onde Black Mirror, minha nova série dramática, está situada. O “espelho negro” do título é aquele que você irá encontrar em cada parede, em cada mesa, na palma de cada mão: a fria e brilhante tela de uma TV, monitor, smartphone.” – Charlie Brooker.

The Good Wife

Imagem série The Good Wife
Fonte da imagem: TMDb

Apesar de tratar de temas como traição, corrupção e política, essa é a série mais “leve” da lista. “The Good Wife” retrata a vida de Alicia Florrick (Margulies), esposa do promotor Peter Florrick (Noth). Seu marido foi preso após um escândalo sexual e de corrupção muito divulgado pela imprensa. Ela retorna a seu antigo trabalho de advogada para reconstruir sua reputação e sustentar seus dois filhos. “The Good Wife” foi parcialmente inspirado no escândalo de prostituição envolvendo o ex-governador de Nova Iorque Eliot Spitzer.

Apesar de seguir a fórmula ”caso da semana”, a série consegue introduzir subtramas interessantes o suficiente para fazer você querer conhecer mais sobre cada personagem apresentado. Com ótimas atuações do elenco principal, a série ainda trata de forma madura e sem hipocrisia a condição da mulher na sociedade, apresentando uma protagonista forte e independente de uma maneira pouco vista na televisão.

Além disso, nunca é demais ver ótimas cenas de tribunal.

E aí, o que achou da lista com as 5 séries que você deveria assistir? Deixe seu comentário e diga quais são suas séries favoritas.

Você também pode gostar de: