Como adicionar novas fontes no Kobo

Uma das melhores características do Kobo é a liberdade que ele dá ao leitor para escolher o tipo de formatação do documento, seja o modo de justificação do texto, tamanho da letra, margem, espaçamento entre linhas e até mesmo o tipo de fonte. Com isso, cada um configura da forma que achar mais confortável e interessante. Porém, algumas pessoas podem querer ainda mais liberdade na escolha da fonte a ser utilizada, indo além das oferecidas no Kobo, mas não sabem como instalar tais fontes. Sendo assim, criei este pequeno tutorial para mostrar como adicionar novas fontes ao seu Kobo.

Primeiramente, conecte seu Kobo no computador (sem utilizar o Kobo Desktop). Vá a pasta raiz do seu dispositivo (Meu Computador → KOBOeReader) e crie uma nova pasta chamada “fonts” (tudo minúsculo e sem aspas).

Feito isso, procure as fontes de seu interesse na internet (há vários pacotes de fontes disponíveis para download), faça o download das mesmas e verifique o nome do arquivo.

f1
Figura 1: Forma de escrita padrão dos nomes das fontes.

Como se observa na imagem, o nome do arquivo está escrito sem nenhum espaço entre o nome da fonte e o estilo da fonte. No caso da imagem, o nome seria Kaushan e o estilo da fonte seria Script-Regular. Quando for este o caso, você deve renomear o seu arquivo, adicionando um espaço após o nome da fonte. No arquivo do exemplo, ficaria assim: “Kaushan Script-Regular”. Veja na imagem abaixo a forma correta:

LEIA  Acessar a biblioteca do Calibre pelo Kobo utilizando wifi
f2
Figura 2: Forma de escrita do nome da fonte reconhecida pelo Kobo. A diferença é apenas o espaço.

Dessa forma, o Kobo não terá problemas para reconhecer suas fontes.

Obs.: Não sei se hoje em dia o Kobo reconhece com o nome escrito de qualquer forma. Aprendi dessa forma há bastante tempo, então sempre faço dessa forma. Caso queira testar sem alterar o nome, fique a vontade. Se der errado, basta renomear o arquivo e tentar novamente.

Por último, basta copiar o arquivo da fonte para dentro da pasta “fonts” , criada no diretório raiz do dispositivo. Feito isso, desconecte o Kobo com segurança e sua fonte já aparecerá como opção na lista de fontes para utilizar no Kobo.

Caso o Kobo não reconheça a fonte de primeira, basta reiniciar o dispositivo.

E pronto, tudo feito! Em caso de dúvida deixe um comentário.

Você também pode gostar de: